Departamento de Relacoes Internacionais


Pessoas & Processos

Licenciatura em Relações Internacionais

 

Em funcionamento desde 1989, a Licenciatura em Relações Internacionais da Universidade Autónoma de Lisboa tem procurado formar profissionais com habilitações para intervir num mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

 

Desde a criação desta licenciatura, a Universidade Autónoma de Lisboa já procedeu a alguns ajustamentos curriculares de modo a acompanhar de perto as constantes modificações introduzidas na realidade internacional e consequentemente no modo de análise da mesma. Os referidos ajustes curriculares passaram a integrar o plano de estudos da licenciatura no início do ano lectivo de 1995/1996, e posteriormente em 2006/2007, desta vez adaptado segundo os critérios de Bolonha.

 

A Licenciatura em Relações Internacionais apresenta um plano curricular criteriosamente organizado, que permite ao aluno um contacto privilegiado com conhecimentos em áreas da realidade internacional que, política e institucionalmente, mas também em termos técnicos e científicos, serão fulcrais aquando da sua inserção na vida profissional.

 

Especialmente vocacionado para profissões com uma forte componente de diplomacia e negociação internacional, o licenciado em Relações Internacionais encontra-se também munido de um vasto leque de conhecimentos em áreas hoje tão em dia vitais como a jurídica, a económica, ou mesmo a linguística, que lhe permitirão enfrentar com sucesso a crescente polivalência exigida pelo mercado de trabalho.

 

Objectivos:

 

O presente ciclo de estudos da Licenciatura em Relações Internacionais destina-se a formar futuros profissionais portadores de uma dupla aptidão:

a)   Uma aptidão genérica para compreender, interpretar e conseguir transmitir e operacionalizar os conhecimentos adquiridos relativos à evolução e à natureza multidimensional do sistema, dos actores e dos processos internacionais contemporâneos, na sua complexidade específica;

b)   Uma aptidão funcional para o exercício de uma das várias profissões para as quais o curso atribui competências, mesmo que o seu desempenho pleno venha a exigir um novo ciclo de estudos com a obtenção do grau de mestre;

 

Saidas Profissionais:

                     i.                        Diplomata ou funcionário diplomático;

                   ii.                        Funcionário internacional (em organismos internacionais ou comunitários);

                  iii.                        Consultor de internacionalização empresarial (em empresas nacionais ou multinacionais);

                  iv.                        Técnico de cooperação para o desenvolvimento (em organismos públicos ou em organizações não governamentais);

                    v.                        Técnico de relações internacionais (na administração central ou local, em sindicatos ou em partidos políticos);

                  vi.                        Professor;

                 vii.                        Investigador.


Regulamento Geral de Avaliação de Conhecimentos

Calendário escolar ano lectivo 2014/2015

Guia do Estudante de Relações Internacionais 2014/2015

V Programa de Cátedras de Relações Internacionais - 2014/2015

Visitante [login]
44 visitantes. 6 utilizadores.
Pesquisa
Agenda
Notícias               Clique para carregar o Rss
Não existem notícias.